Processadores Intel da 11ª geração virão com 8 núcleos
Processadores Intel da 11ª geração virão com 8 núcleos

Processadores Intel da 11ª geração virão com 8 núcleos. Os últimos meses tem sido de certa forma duro para a Intel, alguns concorrentes como AMD e NVIDIA tem avançado na miniaturização de seus chipsets, trazendo pressão a concorrência que é bem vista pelo mercado.

Nem tudo são más notícias para a Intel, informações divulgadas pelo Twitter da Leakbench indicam que a fabricante estaria preparando processadores Rocket Lake da 11ª geração com impressionantes 5 GHz. De acordo com o post, o chip possui 8 núcleos com hyper threading, e um clock base de 3,4 GHz mas podem chegar até 5 GHz.

Publicidade

Dados divulgados pelo Geekbench

Um CPU ainda não identificado no site Geekbench alcançou uma pontuação de 1.507 para núcleo único e 7.603 no teste com vários núcleos. Comparado com o Intel Core i9-10900K os resultados são um pouco abaixo do esperado. O chip Comet Lake registrou 1.416 pontos em teste de núcleo único e 10.989 para testes de múltiplos núcleos.

No entanto, o resultado pode estar longe do desempenho final que podemos esperar do Rocket Lake-S, pois os processadores de 11ª geração provavelmente não serão lançados tão cedo – a menos que eles façam uma aparição surpresa na grande revelação da Intel marcado para 2 de setembro.

Processadores Intel da 11ª geração virão com 8 núcleos
Processadores Intel da 11ª geração virão com 8 núcleos

Intel admite que CPUs de 7 nm atrasarão talvez até 2023, ficando ainda mais atrás dos chips AMD Ryzen

Os chips que sucederão os recém-lançamentos da Intel, Comet Lake-S, continuarão sendo fabricados no processo de 14nm. Intel confirmou esta semana que seus primeiros CPUs de 10nm para desktop ainda estão a um ano de seu lançamento, sendo que seus processadores de 7nm estão previstos para algum momento de 2022.

Espera-se também que os processadores da 11ª geração caiam para uma oferta máxima de 8 núcleos e 16 threads devido ao fato de o Rocket Lake-S é construído na nova arquitetura Willow Cove.

No entanto, também é esperado que isso proporcione melhorias no IPC (instruções por clock) – como evidenciado pelo vazamento do clock de 5GHz.

Os processadores Rocket Lake, provavelmente não estrearão até 2021, também devem funcionar com as novas placas-mãe Z490 da Intel, com rumores de que os processadores ainda serão suportados em placas-mãe da série 400, de acordo com o site Wccftech.

Evento de divulgação sobre a 11ª geração da Intel

A Intel está prometendo “algo grande” em seu evento marcado para o dia 2 de setembro, onde provavelmente lançará seus processadores da 11ª geração. A empresa tem mantido as mensagens para a data os membros da imprensa, anunciando um evento virtual para mostrar “como a Intel está ultrapassando os limites de como trabalhamos e nos mantemos conectados”.

Processadores Intel da 11ª geração virão com 8 núcleos
CPUs Tiger Lake de 10 nm

O evento provavelmente terá a introdução dos processadores 11ª geração Tiger Lake. A Intel visualizou pela primeira vez esses novos CPUs Tiger Lake de 10 nm no início deste ano na CES. É esperado que o Tiger Lake seja lançado sob a marca Intel 11th Gen, sendo limitado a laptops e incluindo uma nova arquitetura gráfica da arquitetura Xe.

Esses chips serão a próxima amostra da arquitetura 10nm+ da Intel, lançada nos processadores Ice Lake, e devem coincidir com os chips Ryzen 4000 da AMD, baseados em um processo de 7nm.

AMD e o sucesso com a linha Ryzen

A AMD está invadindo laptops em várias frentes este ano, principalmente notebooks para jogos. A AMD provou que pode competir tanto em desempenho quanto em preço, e os chips de 11ª geração da Intel parecem prontos para responder.

Computex foi cancelada no mês de junho, mas fabricantes de laptops como a Acer já prometeram laptops com os chips 11º Gen Tiger Lake que serão lançados nos próximos meses. Agora cabe à Intel detalhar as importantes datas de lançamento, desempenho e preço.

Certamente parece que em 2 de setembro será quando a Intel estará pronta para falar muito mais sobre seus processadores de 11ª geração.